18/08/2016

Itapeva

26

História

O primeiro nome de Itapeva foi Pouso Alegre, dado pelos tropeiros que aqui pernoitavam, indo com destino a Vargem, transportando alguns produtos, dentre eles, gêneros alimentícios. Mas a origem do município de Itapeva é recente. Segundo a tradição local, teve sua origem na passagem dos bandeirantes que desbravaram a região à procura de ouro e esmeraldas. Os dois primeiros habitantes do lugar foram

Heitor Clemente e Bento dos Santos, que doaram meio alqueire de terra a São Sebastião, onde foi construída uma igreja, tendo este santo como padroeiro da cidade. Surgiu, então, em volta da mesma, algumas casas formando uma praça. Este território pertencia ao município de Camanducaia e, com o aumento das construções, passou à categoria de vila e, somente em 1948 foi criado o Distrito de Itapeva. Um maior desenvolvimento administrativo, econômico e político se deu a partir de 1962, quando ocorreu

seu desligamento de Camanducaia.

 

Turismo

O nome Itapeva em Tupi-guarani significa “pedra (ita) chata (peva)”, nome do seu maior atrativo turístico, localizado a cinco quilômetros da cidade e também da rodovia Fernão Dias. Do alto da pedra, vislumbra-se uma vista que abrange praticamente todo o lado oeste do Circuito Serras Verdes. O município de Itapeva está situado acima de mil metros de altitude, em uma garganta que no passado servia de caminho para os tropeiros. As cachoeiras existentes também são outros atrativos naturais do município. Além das belezas naturais, Itapeva também oferece a quem vem até a cidade muita diversão com suas festas típicas: festa do padroeiro, carnaval de rua, aniversário da cidade, Junifest, Festa do Carreteiro, além de comemorações cívicas e bailes tradicionais e festas promovidas pelo Grupo Reviver de 3ª Idade.

A cidade também é conhecida como Cidade das Flores por sua produção local de rosas que, além de fazer sucesso no Brasil, também são exportadas. Itapeva abriga em seu território o Vale Suíço Resort Hotel, um dos empreendimentos mais expressivos da região. A população é hospitaleira e cordial e sempre disposta a fazer novas amizades.  Itapeva é assim e muito mais.

 

Curiosidades

O Sr. Lázaro Garcia Guedes, conhecido como Baiano, nasceu com pouca visão e desde sua infância

se dedica a trançar “jacá” – cesto usado como ninho de galinhas e para tratar de animais. As peças são bonitas pela sua rusticidade e podem ser usadas como decoração

 

Contatos

Prefeitura: (35) 3434-1354

Secretaria de Esportes / Cultura / Lazer /Turismo: (35) 3434-1354

Responsável pelo turismo: Marcelo Guido

Policia Militar: 190

Pronto Socorro / Hospital: (35) 3434-1676 / (35) 3434-1882

Rodoviária: (35) 3434-1150

www.itapeva.mg.gov.br

www.itapevademinas.com.br

 

Atrativos

Pedra Chata

No bairro Monjolinho, a apenas 5 km do centro da cidade, a Pedra Chata está a 1.300 m de altitude. Local de rara beleza, com uma piscina natural no meio das pedras e uma gruta que se acredita que índios tenham habitado há tempos.

 

Cachoeira do Augusto

(Cachoeira do Gusto Caipira)

A 3 km da cidade, a bela cachoeira oferece várias quedas d’água, e uma ducha natural.

 

Igreja de São Sebastião

Com vitrais representando a vida de Cristo, possui em seu interior duas imagens sacras, sendo uma de Nossa Senhora Aparecida e outra de São Sebastião. Seu principal atrativo é a imagem do “Cristo Morto” confeccionada em madeira de cerejeira. É a representação de Cristo descendido da cruz a caminho do sepulcro, em tamanho natural, posta em esquife e levada em procissões.

 

ARTIMINAS – 30 artesãos cadastrados. Seus produtos são comercializados e expostos de acordo com a organização de cada artesão no comércio local. As categorias trabalhadas são: madeira, pintura em tela, tecido e

madeira, palha, bambu, crochê, tricô, bordados, velas e sabonetes, biscuit, arame e fios de cobre.

 

Itapeva por ser um município com fortes raízes agropecuárias, sempre se orgulhou de seu rodeio.

Galeria de fotos de Itapeva:

Conheça as atrações da cidade: